terça-feira, outubro 25, 2016

dias de ir indo

modos da alma
esses
eu nunca os antevejo
seja eu velha, embora, e
surpreendo-me sempre deles
por estes dias, deu-se...
mansos
enleados de tanto...
surgem assim como direi que
são os segredos de deuses e de anjos,
visões de infernos e de céus...
melhor faria eu se nem os nomeasse
modos da alma
esses
e que deixem rasto...

em Vila Velha de Ródão

1 comentário:

wind disse...

E que rastos...!
Beijos