sexta-feira, setembro 22, 2006

grito

Garantam-me que existe!
no final do percurso,
uma escada!
Um último caminho a percorrer!
Devagar,
olhando ainda,
uma vez mais,
as casas,
os ribeiros,
os ninhos aguardando,
uma ou outra mão cheiinha de areia
(duna adivinhada muito ao longe).
E o mar!
Garantam-me que existe!
Pode ser escada em caracol,
no final da jornada,
olhar o imenso mar,
arfante o peito,
(ainda o coração batendo)
ao odor forte do iodo!
E sobre o mar um céu de amanhecer,
de pino do meio-dia,
de sol-posto.
Ou um céu de luar azul de tinta, em Agosto.
Mas, garantam-me, que
existe, tal qual
no final do percurso.

(Escrevo porque não sei contar-me. Cada palavra sai-me formando riscos sem formas de cão, casa, velho, criança, gente e sentir dela. Riscos, apenas.
Contar-se cada um, eu me perplexo no depurado gesto que cada palavra tem. Tanto! que diz respeito a mim também. E disso lhe agradeço.
Eu me perplexo e fico com desejo de saber esse uso da palavra, mas não sei
.)

8 comentários:

Calca-mar disse...

Se existe, desaparece como areia por entre os dedos! Beijo!

Márcia disse...

existe. te garanto.
pelo menos aqui, onde começa a primavera.

JMTeles da Silva disse...

Obrigado pela sua visita e comentários.
Se quiser ver mais trabalhos meus tem o link Galeria no meu blog http://sbrdvnt.blogspot.com
Cumprimentos

sotavento disse...

Pela descrição, parece a Ponta da Piedade!... :)

De Amor e de Terra disse...

Olá Menina!
Tal como prometi, aqui estou de volta para ler com mais atenção o conteúdo do seu Blog.
Sinto-lhe uma tristeza perene, uma contida revolta e escondida uma doçura que teima em se esconder; não sei qual é a sua idade, mas creio-a jovem, com as raivas próprias duma Primavera com ardores de Verão que queimando adormece e embala na pouca sombra existente.
É claro que tudo isto pode ser
somente a minha leitura e não ser a sua verdade; mas não importa!
A mim, dá-me a sensação de lhe estar mais próxima e lhe ver um turbilhão nos olhos.
Gostei muito, mesmo muito do que li.
Parabéns.
Voltarei!
Um abraço da
Maria Mamede

TCA disse...

se o mar existe, a escada existe. os riscos tb. bj.

Menina_marota disse...

Perdi-me aqui no teu blogue, maravilhada com a tua escrita tão sensivel.
Grata por a partilhares!

Um abraço carinhoso e bom fim de semana :)

mfc disse...

Existe... existe sempre aquilo que sonharmos.