quarta-feira, maio 17, 2006

sorriso

Sabia a céu?
Sabia a que sabor
Perdido?
Sabia a alfazema
A lírios
A hortelã.
Talvez a menta.
Sabia muito bem.

Hoje
A cara não lavada
A mão de mendigar
Mais triste que pedir
Os pés de muito andar
Andarilhar nas ruas
Sem nem onde dormir

Hoje
Sorris a esmolar
Sabe-te a boca
A que te sabe
Hoje
A lírios
A menta
A hortelã?
Talvez a alfazema
Ou a céu


Hoje
Ainda te sabe bem.

3 comentários:

Arion disse...

Sabe, sim senhora!

wind disse...

:) beijos

Maui disse...

tem sabor, este sorriso,
que vejo escrito
sabor do toque bem fundo
de um goloso leitor
:)
jinhus, gotei muito deste sorriso