sexta-feira, fevereiro 16, 2007

súplica

Dá-me um abraço
um forte abraço.

Tuas mãos em meu corpo apertado
As mãos trancando-me num enlaço
As coxas a travar meu movimento
Meu traço de pescoço enrolando o teu
Os nossos ventres tensos
espalmados.

Quero um abraço muito forte.
Mais forte ainda, se puderes.
Quero sentir que te pertenço
Deslizar de mim
Eu em teus braços.

Depois,
muito depois
devagarinho,
soltas-me numa cadência
vais-me beijando cada poro
vais-me perdendo.

Deixa ficar
sobre os meus lábios,
roçando só,
sem mal tocar,
um dedo
um dedo só para eu beijar.

5 comentários:

TCA disse...

a menina escreve cada vez melhor. bj

francisco disse...

o melhor, são mesmo os abraços.

;)

Vieira Calado disse...

Assim é que se enchofra!
Vou aprecindo a tua poesia

Menina_marota disse...

Um abraço de poesia, sempre tão intensa.

;)

wind disse...

Muito sensual e belo, Escritora:)
beijos